RSS

Arquivo mensal: junho 2010

Você tem dado atenção para as pessoas que precisam de você???


Na agitação e correria da vida, deixamos passar por despercebidos um sorriso, um olhar, um elogio, um gesto de amor.

Muitas vezes somos  alto-suficientes demais e nos consideramos fortes e insensiveis o suficiente para achar que não precisamos de ninguém.

Não são apenas seus filhos que precisam de você. Você também precisa deles. Não são apenas seus amigos que precisam de você. Você também precisa deles. E o mais importante, não são apenas seus familiares (pai, mãe, irmãos, avós, primos, sobrinho…) que precisam de você. E desses, pode ter a certeza, você precisa muito mais do todos.

Para começar você tem de recriar o seu mundo todos os dias e observar as pequenas coisas que acontecem ao seu redor.

Como diz a música: “a vida te ensina e você não tá nem ai. Só dá valor quando um parceiro seu cair… agora já era, não dá mais pra voltar.

Observe o vídeo e busque dentro de você as conclusões que seu coração lhe falar. O que o coração fala é a dívida de temos a liquidar.

Perca tempo com coisas que valem a pena: ame mais, sorria mais, abreçe mais, beije mais, olhe mais. O resto vem por acréscimo.

Bom dia e boa semana a todos.


 
1 comentário

Publicado por em junho 15, 2010 em Para Praticar, Reflexão

 

Tags: , , , , , , , , ,

Seus atos e comportamentos servem de referência para os outros?


O seu exemplo de vida é um forte elemento na educação de muitas pessoas, principalmente das crianças, pois elas são como esponjas que absorvem tudo que se passa ao seu redor. Se colocadas em água suja, absorvem água suja. Se colocadas em água limpa, absorvem água limpa. As crianças tendem a repetir aquilo que os adultos fazem e, na maioria das vezes, nem nos damos conta de que certos assuntos ou comportamentos são abordados na presença dos pequenos.

Ainda há situações piores em que estimulamos as crianças a desenvolverem comportamentos incoerenetes e incompativeis com sua idade, muitos deles inadequados aos princípios sociais e humanos.

Obeserve a história abaixo e perceba como é importante nossa influência na vida das pessoas que nos cercam:

“A tigela de madeira”

Um senhor de idade foi morar com seu filho, nora e o netinho de 4 anos de idade. As mãos do velhinho eram trêmulas, sua visão embaçada e seus passos vacilantes. A família comia reunida à mesa. Mas as mãos trêmulas e a visão falha do avô o atrapalhavam na hora de se alimentar e ele sempre acabava por derrubar a comida.

Irritados com tal situação disse o filho a esposa: “Precisamos tomar uma providência com respeito ao papai.” E ela: – “Já tivemos suficiente leite derramado, barulho de gente comendo com a boca aberta e comida pelo chão.” Então, eles decidiram colocar uma pequena mesa num cantinho da cozinha e ainda lhe fizeram uma tigela de madeira para não mais quebrar os pratos. Ali, ele comia sozinho enquanto o restante da família fazia as refeições à mesa, com satisfação.

Quando a família olhava para o avô sentado ali sozinho, muitas vezes o via com lágrimas em seus olhos. Mesmo assim, as únicas palavras que lhe dirigiam eram de reclamações ásperas quando ele deixava um talher ou alimento cair ao chão.

O menino de 4 anos de idade assistia a tudo em silêncio. Numa noite, antes do jantar, o pai percebeu que o filho pequeno estava no chão, manuseando um pedaços de madeira. Ele perguntou delicadamente à criança: – “O que você está fazendo?” O menino respondeu docemente:“Ah! Estou fazendo uma tigela para você e mamãe comerem quando eu crescer”. O garoto sorriu e voltou ao trabalho. Aquelas palavras tiveram um impacto tão grande nos pais que estes ficaram mudos. Então lágrimas começaram a escorrer de seus olhos.

Embora ninguém tivesse falado nada, ambos sabiam o que precisava ser feito. Naquela noite o pai tomou o avô pelas mãos e gentilmente o conduziu à mesa da família. Dali para frente e até o final de seus dias o senhor fez todas as refeições com a família. E por alguma razão, o marido e a esposa não se importavam mais quando o garfo caía, o leite derramava ou a toalha da mesa era suja.

Você está tendo comportamentos que sirvam de exemplo para os outros? Pense, reflita e responda a si mesmo.

 
1 comentário

Publicado por em junho 4, 2010 em Reflexão