RSS

Arquivo da tag: sabedoria

A grandeza do silêncio


O silêncio é doçura:
Quando não respondes às ofensas,
Quando não reclamas os teus direitos,
Quando deixas à Deus a defesa da tua honra.

O silêncio é misericórdia:
Quando te calas diante das faltas de teus irmãos,
Quando perdoas sem remoer o passado,
Quando não condenas, mas intercedes em segredo.

O silêncio é paciência:
Quando sofres sem te lamentares,
Quando não procuras consolação junto aos homens,
Quando não intervéns, esperando que a semente germine lentamente.

O silêncio é humildade:
Quando te apagas para deixar aparecer teu irmão,
Quando, na discrição, revelas dons de Deus,
Quando suportas que tuas ações sejam mal interpretadas,
Quando deixas os outros a glória da obra inacabada.

O silêncio é fé:
Quando te apagas, sabendo que é Ele ( Jesus ) quem age…
Quando renuncias às vozes do mundo para permanecer na Sua presença…
Quando te basta que só Ele te compreenda.

“…Na quietude d’alma abrem-se as cortinas do macrocosmo, então deixo transcender minhas emoções,  deixo transcender meus sentimentos e assim brota a inspiração, assim contemplo a vida diante do espelho do meu ser…”

Experimente fazer a experiência do silêncio, em qualquer lugar ou em um local especial onde você se sinta leve, vazio, feliz  e permitir ouvir a voz de Deus que fala dentro de você, pois o lugar que mais nos sentimos bem, é o lugar onde sentimos a Sua presença.

 
Deixe um comentário

Publicado por em outubro 15, 2010 em Reflexão

 

Tags: , , , , , , , , , , ,

Como se dá o processo de amadurecimento


Você acha que se amadurece tendo tudo o que se quer? Fazendo birra? Intrigas? Chantagem emcional?

Se você pensou tudo isso, você não está errado, porém está caminhando pelo caminho mais doloroso.

Existem duas formas de amadurecimento humano e espíritual. Você já deve ter ouvido a expressão: ou aprendemos pelo amor ou aprendemos pela dor. É exatamente o que nos conduz ao caminho da tão sonhada “maturidade“.

Tudo que acontece na vida nos faz crescer. O que é bom e o que é ruim.

Se aprendemos pelo amor e pelo que é bom significa que somos dóceis e obedientes às condições que nos são propostas. Esses tipos de comportamentos geralmente levam as pessoas se tornarem, na maioria das vezes, seres humanos mais centrados e sábios, porém não significa que vão levar a vida de vento em polpa. A vida sempre nos surpreende em determinados momentos e é aí que ela nos prova no amadurecimento.

Se, ao contrário, aprendemos pela dor e pelas coisas ruins, muitas vezes por escolhas próprias ou também por situações e circuntâncias que vemos e convivemos no dia-a-dia, este processo de amadurecimento pode até se tornar precoce, pois nos tendem a acumular responsabilidades antecipadas, privando o ser humano de viver algumas fases da vida em que poderiam estar brincando, saindo com amigos e se divertindo. No entanto, ao seguir por esta via, geralmente nos tornamos mais corajosos e mais fortes, quase sobreviventes.

A verdade é que não existe uma regra para se obter uma maneira correta de amadurecimento. O sofrimento faz parte da vida e está presente em ambas as situações. O correto seria viver um dia de cada vez vencendo cada obstáculos conforme ele se apresenta.

O dia em que vivemos hoje se chama “presente”, o passado já não nos pertence e o futuro ainda não existe. Dessa forma é mais fácil focar nas situações que precisamos resolver “hoje”, ou corremos o risco de não ter outra chance. Isso é o que verdadeiramenete nos faz amadurecer: encarar a vida de frente, de peito aberto e com toda sinceridade que existe dentro do coração.

Já dizia o Salvador: “Não se preocupeis com o dia de amanhã, a cada dia basta o seu cuidado.” (Mt 6, 34)

A proposta é crescer humanamente e espiritualmente de modo gradual a ponto de adquirir coragem, força, sabedoria, discernimento e determinação para realizarmos cada sonhos e cada projeto.

Eu te proponho, mesmo que não acredite, a fazer a experiiência de pedir a Deus que te afaste do sofrimento e de todo mal, mesmo que você não saiba rezar, peça do seu modo, converse com Ele, peça que Ele o ensine a enfrentá-lo para obter a vitória. E não te esqueças: até das nuvens mais negras saem as chuvas mais fecundas.

Deus muitas vezes nos leva para o deserto da vida para aprendermos a ter intimidade pessoal com Ele. Eu não sei qual é o deserto que você está passando, mas quero lhe dizer que você não está só! Muitas são as aflições do justo, mas o Senhor os livrará de todas.

A vitória não está na gloria da medalha, do troféu, do reconhecimento, da fama, mas na batalha que enfrentamos durante a caminhada.

Amadurecer não é uma caminhada fácil. Mas você é um(a) guerreiro(a) e nasceu para ser um(a) vencedor(a), siga em frente e …” comece fazendo o que é necessário, em seguida o que é possível e quando menos imaginar estará realizando o impossível.” (São Francisco de Assis)

Boa caminhada.

 
1 comentário

Publicado por em maio 24, 2010 em Reflexão

 

Tags: , , , , , , , , , , , , ,